Veja dicas de roupinhas e acessórios que vão deixar seu pet em clima natalino

TV paga estreia série com robôs que “espionam” animais em seus habitats
6 de dezembro de 2018
ONG de Taubaté faz ensaio fotográfico natalino com animais
6 de dezembro de 2018

Veja dicas de roupinhas e acessórios que vão deixar seu pet em clima natalino

Linha dedicada aos pets vai desde uma simples luva até uma linha exclusiva alimentos, como é o caso do panetone; especialista dá dicas de alimentação saudável aos animais nesta época do ano.

O espírito natalino já começa a invadir as casas. É mantida a tradição de enfeitar a árvore e colocar pisca-pisca para dar um toque diferente nas ruas. A troca de presentes também faz parte das comemorações natalinas. Muitos donos de animais pensam por este lado e buscam levar alegria para os pequenos de plantão ao escolher uma roupinha ou acessório.

A diversidade de itens para comprar é grande. De uma simples luva, até uma linha exclusiva de alimentos, como é o caso do panetone. Vários outros símbolos fazem parte das decorações, mas o cãozinho todo arrumado rouba à cena. Em Montes Claros, as lojas da cidade já colocaram à disposição vários produtos.

Um pet shop no Centro da cidade já se preparou para vender itens e alimentos que farão parte da festa. O gerente Heloisio Júnior aposta nas variedades para que os donos façam a alegria dos peludos. “Para o Natal tem panetone de 80 gramas, com flocos de carne próprios para o cachorro com o valor de R$ 9, e tem os bombons específicos também. Os gorros a gente coloca na semana que antecede o Natal. O osso também é um dos itens que os donos gostam de presentear e as roupas de papai noel são bem procuradas”, diz.

Além dos tradicioanis gorros, a loja do Heloíso aposta na venda de panetones — Foto: Heloiso Júnior

Em 2017, foi o primeiro Natal do cãozinho Tavinho, da raça shih-tzu, na casa da família da Juscilene Santos e o animal entrou no clima das festas de fim de ano. “Tavim faz parte da família. Como o Natal é uma festa para os entes queridos, certamente ele não poderia faltar. É só vestir e ele já se prepara para as fotos. O pompom do gorrinho jurava que era um brinquedo. Todo mundo tem que entrar no espírito. Eu tinha um gatinho e coloquei umas bolinhas. Este ano, vou colocar ele de gnomo”, conta.

Tavinho tem pouco mais de um ano e terá seu segundo Natal — Foto: Juscilene Santos/Arquivo pessoal

Alerta ligado

Você já parou pra pensar o que o seu cão pode comer durante a ceia de Natal? Alguns alimentos não são recomendados, conforme explica a médica veterinária, Ana Cláudia Dias. O chocolate, por exemplo, tem teobromina e substância tóxica que não é metabolizada pelo organismo.

“O alimento caseiro ou humano ainda é visto como vilão na alimentação dos pets, mas não é bem assim. Muitos alimentos podem ser dados aos cães na forma crua ou cozida. O grande problema são os condimentos para preparo dos nossos alimentos. Eles sim, prejudicam os cães e gatos. Excesso de sal e gordura, pimenta, cebola, entre outros. Ossos de frango, peru, chester assados ou cozidos, nem pensar. Quando mastigados, formam pontas que podem perfurar o trato digestivo dos animais, causando hemorragias e obstruções. Uvas frescas ou passas também são contra-indicadas e podem levar à insuficiência renal aguda. Chocolate é veneno e os doces em geral não devem ser dados aos animais”, explica.

Outros ainda podem causar irritação no trato digestivo, acarretando em vômitos e diarreia. O ideal é um cardápio saudável, não apenas para as comemorações de fim ano. “Alimentos como inhame, batata-doce, batata inglesa, cenoura, beterraba, abóbora, ovos, carnes e fígado podem ser utilizados desde que sejam cozidos sem nenhum condimento. A beterraba e cenoura podem ser cruas. Banana, maçã, melancia, pera e manga são exemplos de frutas que podem ser ingeridas em pequenas porções diárias”, completa.

Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *