Requisitos para adoção de um Pet

Onça é capturada em casinha de cachorro no interior de SP
12 de dezembro de 2018
Dog Walker
13 de dezembro de 2018

Requisitos para adoção de um Pet

Ao pensar em ter um animal de estimação, a primeira dúvida é: comprar ou adotar?

Hoje vamos falar sobre a adoção, que é um processo de recomeço para o pet abandonado, além de uma companhia que pode ser incrível para o dono.

De acordo com estudos da OMS (Organização Mundial da Saúde), estima-se que existem cerca de 30 milhões de cães e gatos abandonados no Brasil, sendo eu deste número, 20 milhões e o restante são gatos, vivendo em nas ruas ou abrigos.

O quadro de abandono vem aumentando a cada ano e apenas uma porcentagem consegue achar comida e água suficiente para sobreviver até achar um novo lar.

No momento da adoção, você se deparará com diversos tipos de animais, cães, gatos, filhotes, adultos, com raças ou sem.

Para levar adiante uma adoção, existem algumas regras, geralmente respeitadas por todas as Ongs e centros de adoção, confira abaixo:

-Idade e consentimento

É necessário que o adotante tenha 21 anos ou mais, além disso é feita uma conversa com a família, para que haja a certificação que todos estão de acordo. Isso é feito para que um novo abandono ou maus tratos sejam evitados.

-Documentos

Tenha em mãos documentos como RG, CPF e comprovante de residência.

A entidade anotará os números ou irá pedir cópias, pois é dessa maneira que eles controlam todos os processos de adoção.

-Taxas

Este item não diz respeito a todos os centros de adoção ou Ongs, mas é sempre bom verificar quais são as taxas cobradas e a que elas se referem.

Muitos lugares cobram para a implantação do chip de identificação, registro, vermifugação, castração, primeira dose de vacina, entre outros.

-Entrevista

Além da conversa com a família no dia da adoção, há uma entrevista pré-seletiva, que avaliará se você está apto para adotar um novo animal, sendo que o objetivo dela é saber se você conseguirá dar condições dignas a ele, como alimentação, proteção, assistência veterinária, etc.

-Termo de responsabilidade

Na data da adoção, a assinatura de um termo de responsabilidade, é obrigatória.

Nele você assumirá a responsabilidade pelo bem-estar do animal, estando sujeito a penalidades legais em casos de abandono e maus tratos.

Por fim, algumas Ongs e centros de adoção, costumam acompanhar a fase de adaptação do pet, requisitando foto, vídeos ou até mesmo visitando o local, para garantir que tudo está fluindo bem.

Adotar um animal, é um ato de amor e responsabilidade, por isso, avalie bem suas condições e responsabilidades, afinal um filhote poderá viver no mínimo 10 anos, tendo que receber muito cuidado e atenção em espaços seguros e confortáveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *